Cuidador de Idoso: curso, o que faz, carreira e como crescer na profissão

Tempo de leitura: 5 minutos

O Cuidador de Idoso é o profissional que tem como atribuição os cuidados com a pessoa idosa, zelando pelo seu bem-estar e cuidando de questões como higiene, conforto, entretenimento, alimentação, mobilidade e saúde. Por isso, mais do que uma companhia, a profissão requer conhecimento técnico e dedicação.

Mercado de trabalho para o Cuidador de Idoso

Como em toda e qualquer área, não há fórmula mágica. Mas o fato é que a profissão de Cuidador de Idoso é uma das que mais cresce no Brasil, segundo o Ministério do Trabalho. Também é importante lembrar que o Brasil tem mais de 30 milhões de idosos, sendo que a população nesta faixa etária só aumenta. Em 2060, a projeção é que um quarto da população brasileira (25,5%) deverá ter mais de 65 anos. Ou seja, o mercado é promissor.  

Conforme explica a docente do curso de Cuidador de Idoso do Senac Lajeado Raquel Cristina Michel, isso faz com que o curso tenha uma ótima empregabilidade.  “Geralmente, até o fim do curso, os alunos já estão com emprego garantido ou bem encaminhados para tal. O mercado de trabalho para o profissional Cuidador de Idoso está aquecido e em ascendência”, destaca Raquel.

Docente do curso de Cuidador de Idoso do Senac Lajeado Raquel Cristina Michel

Vale destacar que o profissional pode trabalhar em residências, meios de hospedagem, spas, clubes, Centro Dia, residências terapêuticas, centros de acolhida especial para idosos (residência temporária, casa-lar, república), instituições de longa permanência para idosos (ILPI), clínicas geriátricas e hospitais.

Geralmente, até o fim do curso, os alunos já estão com emprego garantido ou bem encaminhados para tal. O mercado de trabalho para o profissional Cuidador de Idoso está aquecido e em ascendência

Docente do Curso, Raquel Michel

Perfil comportamental do Cuidador de Idoso

Raquel também conta fala sobre algumas características fundamentais a esse profissional. “Dentre as características comportamentais necessárias estão a empatia e a paciência, assim como a discrição, atenção, disposição, criatividade, otimismo, observação e inteligência emocional, bem como também ter valores éticos e morais” descreve.

Afinal, lembre-se que a pessoa idosa que requer cuidados, na maioria das vezes, não está na plenitude da saúde física, ou mental. Se você está ali, é porque a pessoa ou até a própria família identificou uma necessidade real de atendimento profissional. Logo, ser paciente e atencioso é fundamental! 

Responsabilidades do profissional Cuidador de Idoso

Profissional Cuidador de Idoso também atua auxiliando a mobilidade da pessoa idosa.

Uma das dúvidas que surge nesse campo de atuação é: o profissional Cuidador de Idoso pode administrar medicamentos? Conforme explica a docente da área, sim! Mas seja como for, essa administração medicamentosa deve ser orientada por profissionais de saúde responsáveis pelas prescrições.

“O cuidador de Idoso desempenha funções de acompanhamento e assistência à pessoa idosa, como cuidados preventivos de saúde, auxílio e acompanhamento na mobilidade do idoso, na realização de rotinas de higiene pessoal e ambiental, e também de nutrição, ainda contribuindo com a prestação de apoio emocional”, explica a professora do curso.

Carga horária de trabalho

Uma outra dúvida recorrente é referente aos horários do profissional cuidador de idoso.  A carga horária, em geral, é de acordo com a necessidade, podendo ser jornada integral 44 horas semanais, jornada parcial de 25 horas semanais ou ainda em formato de escala 12×36, sempre respeitando os intervalos e folgas de acordo com a legislação vigente (trabalho doméstico ou CLT).

Como alcançar o destaque profissional

Para se destacar na busca pela oportunidade, é importante ter o curso de qualificação. Assim, o Cuidador de Idoso terá conhecimentos teóricos e práticos do processo de envelhecimento e das rotinas de cuidados, gerando um diferencial nessa busca.

Já para se destacar na profissão, é extremamente importante ter postura profissional somada às características comportamentais e técnicas requisitadas.

Saiba tudo sobre o Curso de Cuidador de Idoso do Senac

Turma do Curso de Cuidador de Idoso – Senac Lajeado

Pré-requisitos

Ter no mínimo 18 anos, ensino fundamental completo e curso de qualificação profissional de, no mínimo, 160h.

O que você aprende?

O curso é dividido em três unidades curriculares:  

Unidade curricular 1: Estimular a independência e autonomia do idoso em suas atividades de vida diária.

Para esta UC, que tem foco nos aspectos sociais e de convivência, bem como no resgate da independência e autonomia dos idosos, recomenda-se que sejam planejadas situações de aprendizagem que promovam a vivência dos fazeres profissionais voltados à prática do Cuidador, dentro de seus limites de atuação, voltadas ao:

• Acompanhamento do idoso nas suas atividades de vida diária;

• Acompanhamento e inserção do idoso nas políticas sociais e de saúde;

• Realização de atividades não terapêuticas de lazer e de ocupação do tempo livre, de interesse do idoso;

• Sugestão de adaptações no ambiente melhorando a mobilidade e segurança, respeitando os valores do idoso;

• Identificação, prevenção, comunicação e busca de auxilio em situações de risco de vulnerabilidade física, psicológica e social.

Unidade Curricular 2: Cuidar da pessoa idosa em suas atividades de vida diária.

Para esta UC, que tem foco nas questões relacionadas à saúde do idoso, recomenda-se que sejam planejadas situações de aprendizagem que remetam à vivência dos fazeres profissionais voltados às ações de cuidado, acompanhamento da saúde e prevenção de doenças, considerando os limites de atuação do Cuidador, como:

• Mensuração de pressão arterial com aparelho de pulso digital.

• Verificação de temperatura.

• Realização de curativos simples.

• Aplicação de bolsa de calor e frio.

• Remoção de secreções da boca e do nariz.

• Auxilio ou administração de medicamentos por vias oral, auricular, nasal, retal, oftálmica, inalações e tópica.

• Acompanhamento ou oferecimento de alimentação por boca.

• Coleta de urina e fezes, colocação e retirada de comadre e papagaio, colocação de dispositivo para incontinência urinária masculino, esvaziamento de bolsa coletora de urina, realização de troca de fraldas, troca e higiene da bolsa de colostomia.

• Realização de banho na cama, higiene oral, íntima e couro cabeludo.

• Realização de mudanças de posição do corpo para conforto e prevenção de lesão por pressão.

• Registro da rotina do idoso e das intercorrências.

• Prestação de cuidados de primeiros socorros.

Unidade Curricular 3: Projeto Integrador Cuidador de Idoso

O planejamento e execução do Projeto Integrador propiciam a articulação das competências previstas no perfil profissional de conclusão, pois apresenta ao aluno situações que estimulam o seu desenvolvimento profissional ao ter que decidir, opinar e debater com o grupo a resolução de problemas a partir do tema gerador.

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos!