Extensão de cílios: qual técnica escolher e como mantê-la saudável?

Para quem deseja aumentar o volume ou alongar os fios naturais sem precisar utilizar cílios postiços ou rímel, existe ela: a extensão de cílios. 🙌 Além disso, a técnica proporciona também o preenchimento de falhas, intensificando o olhar. 👁 Mais natural do que o implante de cílios postiços, ela virou tendência e conquistou milhões de mulheres nos últimos anos. 💁 Mas qual técnica escolher e como mantê-la saudável? A docente do curso de Extensão de Cílios do Senac Centro Histórico Ingrid Dias Marin, nos explica as técnicas e dá dicas de manutenção! 😉

fotografia mostrando extensão de cílios de mulher morena

🟥 Fio a fio

Com a intensão de criar o efeito rímel, ela alonga os cílios naturais da cliente dando mais espessura aos fios. Entre as técnicas de extensão, é a que proporciona mais naturalidade.

🟧 Volume Indiano

Novidade no mercado da beleza, virou tendência em 2023. Possui a característica única de fios em formato de “V”. Eles se cruzam proporcionando um olhar marcante e diferenciado.

🟨 Volume Brasileiro

Não é de hoje e é a queridinha nos salões, porque proporciona naturalidade e preenchimento delicado e leve. Normalmente recomendado para as clientes de “primeira viagem”, pois costuma ficar bem para todos os olhares. Seus fios tem um formato em “Y”.

🟩 Volume Híbrido

A técnica é chamada assim porque une fio a fio mais alguma técnica de volume. Os mais usados na combinação são o volume russo, brasileiro ou egípcio. E como é aplicada? Intercala-se em um fio natural, um fio a fio e, no outro fio natural, um volume, seguindo a sequência. É uma alternativa para quem deseja uma extensão de cílios volumosa, porém um pouco mais natural.

🟦 Volume Egípcio

Tem formato em “w”, conhecido por apresentar aspecto leve, apesar de proporcionar um preenchimento mais denso.

🟪 Volume Light

É um volume artesanal. Costuma ser a adaptação para clientes que querem migrar para o volume russo, pois aumenta a densidade de fios. Ou para quem deseja um olhar leve, mas um pouco mais marcado que o volume egípcio.

⬛️ Volume Inglês

Semelhante ao volume russo, também ideal para quem deseja um olhar com cílios bem preenchidos e super volumosos. A única diferença entre eles é no fio usado para fazer o procedimento: no inglês, é feito com um fio tecnológico 4D.

⬜️ Volume Russo

Perfeita para um olhar marcante e com uma densidade maior no preenchimento. É uma técnica muito pedida nos salões e entre as extensões, tende a ser a mais cara. Necessita de especialização e muito estudo para fazer um trabalho de volume russo impecável e duradouro.

🟫 Mega Volume

Essa é para clientes que querem um volume tão preenchido que não há espaço algum nos cílios, como uma parede de fios. Cílios mega volumosos mesmo.

fotografia mostrando mão de mulher pinçando fio de extensão de cílios

A docente afirma que a escolha da técnica varia do gosto pessoal da cliente. 🗣 “O ideal é que seja levado em consideração o visagismo para que a extensão de cílios combine com o olhar e o rosto”, ressalta.

Como manter a extensão saudável?

Além disso, Ingrid também destaca alguns cuidados básicos para a manutenção do procedimento:

⚠️ Não lavar a área dos olhos por cerca de 24 horas;

🚫 Cuidar para não molhar os olhos com água quente e não esfregá-los;

❗️ Não utilizar máscara de cílios, isso pode acabar danificando a extensão.

❌ Escolher demaquilantes que não tenham óleo na composição, já que ele pode começar a descolar alguns fios da extensão. Preferir sabonetes neutros ou os removedores de maquiagem não oleosos;

✅ Optar pelo lenço ao invés do algodão, pois o algodão tende a grudar nos fios dos cílios;

⛔️ Evitar atritos. Aqui há duas dicas! A primeira é não ficar mexendo nos cílios. Isso pode fazer com que alguns fios se soltem e ocorram falhas na extensão. A segunda é para a hora do sono: se possível, dormir com máscara de cetim ou seda, para diminuir o atrito dos olhos durante o sono.

Assim como qualquer outra parte do corpo, os cílios precisam ser higienizados. Após as primeiras 24 horas, eles poderão ser lavados seguindo as orientações da profissional que fez a aplicação do procedimento. Não lavar pode levar a quadros de doenças oculares.

fotografia de mulher deitada colocando extensão de cílios

A importância de escolher um bom profissional

A docente ainda reforça a importância de procurar por um profissional qualificado que ajude a identificar qual a melhor técnica a ser aplicada. 💯 Além disso, oriente como cuidar e aumentar o tempo de durabilidade do procedimento. “Procure informações sobre o profissional em redes sociais. Entre em contato, peça para mostrar fotos de clientes e se certifique da qualidade do trabalho dele”, indica. 👍

Que tal se tornar um especialista em extensão?

Curtiu nosso post sobre extensão de cílios: técnicas e dicas de manutenção? Para os interessados no assunto, o Senac-RS oferece o curso de Extensão de Cílios. Durante a formação de 20 horas, o aluno aprende as técnicas de volume brasileiro, volume indiano e fio a fio, como realizar a manutenção e retirada dos fios alongados e como reconhecer as contraindicações pré e pós-procedimento. O curso ainda ensina de que forma utilizar os equipamentos de segurança (máscara, jaleco e luvas). 🥼

Para se inscrever, basta acessar o site do Senac-RS, selecionar a aba de cursos livres, localizar o curso e encontrar a escola mais próxima de você que o ofereça. 😉

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos!

3 thoughts on “Extensão de cílios: qual técnica escolher e como mantê-la saudável?

  • 1 de agosto de 2023 em 09:46
    Permalink

    Bom dia
    Vcs fazem extensão de cílios e qual o valor?

    Resposta
    • 4 de agosto de 2023 em 14:07
      Permalink

      Olá! Nós oferecemos curso para quem deseja aprender a aplicar as técnicas! Formamos os profissionais na área. 😉

      Resposta
  • Pingback: Retrospectiva 2023

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *