“É uma oportunidade de evoluir como profissional”

A constatação é de Andressa, aluna do UniSenac, representante do Rio Grande do Sul na ocupação de Recepção de Hotel na etapa nacional das Competições Senac de Educação Profissional. 🛎

A cachorrinha Lua é a companheira com quem divide a casa – e que deve estar sentindo saudade. Afinal, a competidora Andressa Crestani Kroth dedica 8 horas de seus dias ao treinamento para a etapa nacional das Competições Senac de Educação Profissional, na ocupação Recepção de Hotel, que acontecem em outubro, em Vitória, no Espírito Santo. A aluna do Unisenac – Centro Universitário Senac-RS tem 19 anos e muitos sonhos pela frente. 🎯

A rotina de treinos intensos começou logo no início das aulas da faculdade de Hotelaria, que cursa no UniSenac. “Comecei treinando no UniSenac e sigo os treinos na sede da Fecomércio-RS”, conta Andressa. 💪🏻 A treinadora dela, Cristina Vargas, não só confirma a dedicação ao treinamento, como lembra que a competidora, em algumas noites da semana, cursa as aulas do 4º semestre da graduação.  

O treinamento diário contempla estudos e pesquisas, com leituras e vídeos sobre procedimentos e processos da Hotelaria. Desde legislação, técnicas de atendimento e de vendas, protocolo e etiqueta, vocabulário técnico em Português e Inglês, até informações turísticas. Após os estudos, a competidora faz o planejamento para as provas. Neles, ela elabora mapas mentais para tomar decisões sobre como atender os diferentes perfis de hóspedes, suas necessidades e demandas.  

Recepção Hotel Competições Senac
Andressa iniciou seus treinos diários ainda em 2022.

Simula & treina

Mas como funciona uma prova de Recepção de Hotel? 🤔 “Elas realizadas no balcão (Módulo de front Office) onde temos Check-in, Reclamação, Situação Extraordinária, Assistência ao hóspede, Informações Turísticas e Check-out. Também tem o Módulo de Back Office, em que a competidora responde por e-mail, cotações e confirmação de reservas, roteiros turísticos, resposta à reclamação e inserção de dados no sistema hoteleiro“, explica a treinadora.

E ainda existem outros módulos: “no misto, o hóspede faz uma solicitação no balcão, a competidora tem um tempo de pesquisa para depois fazer a entrega para o hóspede. Temos novos módulos, o de Técnica e Agilidade, em que Andressa demonstra seus conhecimentos em tarefas curtas e rápidas. E o Multidisciplinar, que simula uma solicitação de um superior para dar algum treinamento de procedimento para um colega novo. Ou fazer uma apresentação de serviços do hotel para clientes”, narra Cristina. 

Nessas simulações, a treinadora muitas vezes faz o papel do hóspede ou convida outros docentes para serem os hóspedes. “E após as simulações do dia, fazemos a avaliação para ajustar aquilo que ela precisa melhorar e reforçar com estudos extras”.  

O empenho é justificado, já que a expectativa é grande. 🗣 “Estamos ansiosas e temos boas perspectivas. Na nossa ocupação serão apenas três estados (RS, RJ e CE). O pódio já está garantido, mas estamos trabalhando para buscar o primeiro lugar”, conta Cristina.  

Uma profissional completa

Conforme a treinadora, Andressa é muito inteligente e rápida para absorver as informações. 🧠 “Ela consegue com facilidade reproduzir nas práticas aquilo que aprendeu. Além disso, tem ótimo nível de inglês, assim não tem dificuldade nas provas feitas nesse idioma. E ainda desenvolveu uma boa postura, gestual e dicção”, afirma Cristina. 

Para melhorar ainda mais, Andressa está fazendo estágio na Recepção do Hilton Porto Alegre Hotel (parceiro do Senac-RS) para vivenciar situações reais de atendimentos. “Sempre digo que para trabalhar com Hospitalidade e atendimento ao público, como é o caso da ocupação Recepção de Hotel, o profissional tem que ser completo, com habilidades técnicas, de comunicação, de negociação e mediação, de conhecimentos gerais, de Idiomas, entre outros. Então, o competidor dessa ocupação sai muito bem preparado para o mercado, seja para trabalhar em Hotelaria ou qualquer outra área de serviços. Além de ter a oportunidade de começar uma carreira internacional, trabalhando em hotéis de redes internacionais, resorts, navios de cruzeiro e até na Hotelaria Hospitalar”, avalia Cristina. 🌎

Andressa concorda: “ser a representante do estado na ocupação Recepção Hotel nas Competições Senac é uma oportunidade de evoluir como profissional e abrir portas para novas oportunidades de emprego e vivências”, explica.

E os planos pós provas? “Caso eu venha a ganhar a nacional, vou descansar a mente e o corpo por alguns dias para estar pronta e relaxada para retornar a rotina de treinamentos”, avisa Andressa, já mirando o 1º lugar no pódio nacional para seguir para a WorldSkills, a maior competição de educação profissional do mundo e que será realizada de 10 a 15 de setembro de 2024, em Lyon, na França.   

Andressa e Cristina, além de competidora e treinadora, viraram amigas.


Como funcionam as Competições Senac de Educação Profissional   

Três etapas compõem as Competições Senac de Educação Profissional, tanto na categoria Recepção de Hotel, quanto nas outras: escolar, regional e nacional. Elas funcionam como seletivas, ou seja, os vencedores da etapa escolar encontram-se na estadual; os medalhistas da estadual representam o RS na etapa brasileira. E os ganhadores representam posteriormente o país na competição internacional WorldSkills. ✈️

Durante as provas – tanto das Competições de Educação Profissional, quanto da WorldSkills – os alunos são avaliados em simulações de contextos reais da profissão. Saiba mais em www.senacrs.com.br/competicoes. 😉

Recepção Hotel Competições Senac

Gostou do nosso conteúdo? Compartilhe com seus amigos!

One thought on ““É uma oportunidade de evoluir como profissional”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *